Estou um bocado cansada de ouvir asneiras e invencionices pipocando pela internet sobre o que as feministas dizem que uma mulher pode ou não pode fazer. Não é assim que funciona, gente. Feminismo não é sobre controle, é sobre liberdade. 

São escolhas exclusivamente suas:

1. O que você faz com os seus pelos.

Quer tirar? Tire. Ninguém vai confiscar a sua carteirinha por isso.

Quer deixar? Amiga, parabéns, você se livrou dessa imposição cultural desagradável. Imagino que seja uma libertação incrível.

Sim, a depilação faz parte de um padrão de beleza opressor, mas não são todas que estão prontas ou dispostas a abrir mão desse padrão. Está tudo bem. Você não é uma má feminista porque não quer parar de se depilar.

Agora, que não venha nenhum homenzinho querer dizer o que devemos fazer com os pelos que vai escutar, pois aqui não tem o que? Otária.

giphy-3

2.  Suas preferências sexuais

Quer dar de 4? Fique à vontade.

Quer ficar por cima? Tenha a bondade.

Quer ser amarrada? Que sorte.

Quer ser domme? Que sorte também.

Faça sexo como quiser, desde que seja bom, que seja prazeroso, que te faça feliz. Faça sexo só se quiser. Se não quiser, tudo bem também.

oprah_bath-2

3. Se você frequenta academia

Quer ficar monstra, musculosa, definida? Manda ver.

Quer correr na esteira pra ficar saudável? Que bom pra você.

Não se sente bem com o seu corpo e quer mudar? Vá em frente, se isso for te fazer feliz.

O que a gente critica é a escravidão de um padrão de beleza. Ninguém critica o pessoal, o que está em foco é uma imposição estética, que pode estar sim por trás da sua escolha de malhar, mas também pode ser que não. Tem gente que curte o lifestyle e ninguém tem nada com isso.

Ninguém está totalmente livre. Você não vai ser uma pessoa pior porque não consegue se livrar de algo que tentam te empurrar diariamente, em todos os meios, por todos os lugares, de uma forma quase impossível de ignorar e não internalizar.

Nosso conselho sempre é cercar-se de exemplos positivos que façam você se sentir bem.

*Abracinho*

giphy-1

4. Se você quer casar com um homem

Colega, espero que o cara com quem você pretende casar seja bacana, respeite a sua individualidade e que vocês sejam felizes.

Se vocês querem ser exclusivos, boa sorte. Se não querem ser monogâmicos, boa sorte também. É uma escolha de vocês e ninguém tem nada com isso.

oprah_sunglasses

5. Se você quer ter filhos

Você pode escolher ter ou não ter filhos. A crítica vem da percepção de que uma mulher só é feliz ou completa se engravidar e formar uma família. Nenhuma mulher depende nem de um relacionamento e nem de filhos pra ser completa, mas se você quiser isso tudo, vá em frente. Dá um trabalhão, você sabe, e se você acha que a primeira infância é a pior parte, espere até que eles cheguem na adolescência, rs.

Ah, e você pode escolher como quer parir, também. Ninguém pode te obrigar nem a fazer cesariana e nem a ter um parto natural. E ninguém deve fazer chacota da sua escolha.

A escolha é sua e é para isso que lutamos. Sua, só sua. Apenas sua.

giphy-5

*

Não aguento mais ver esses mitos espalhados por aí.

É claro que esses temas são largamente debatidos dentro do feminismo, já que fazem parte do modelo de mulher que nos foi imposto e que tentamos desconstruir, mas nenhuma pessoa bacana vai querer empurrar sua opinião sobre a escolha da outra. Mesmo que a escolha da outra pareça contraditória, é de quem? Da outra, assim como a vida em questão, e não é metendo o dedo na cara da colega que se promove alguma mudança.

Somos todas imperfeitas, lutando contra uma caralhada de imposições contraditórias, conceitos impossíveis, padrões inatingíveis, e estamos todas fazendo nosso melhor.

Sigamos tentando  e sigamos juntas <3

oprah_bootypop-1

, , , , , , , , , , ,