O mundo de hoje é feito para os jovens e a moda é uma das principais responsáveis por esse culto à juventude. Sempre com meninas muito novas nas passarelas, páginas de revistas especializadas, sendo rosto de grandes marcas e como a representação maior da beleza. Mas beleza tem idade? Autoestima tem idade? Estilo pessoal tem idade?

Com a expectativa de vida subindo (hoje ela chega aos 74 anos, no Brasil), a geração de baby boomers (aqueles nascidos entre 1946 e 1964) está cada vez mais ativa, criativa e rompendo com estereotipos. Essas pessoas querem ser representadas.

É aquela máxima que sempre vale repetir: representatividade importa.

Ari Seth Cohen é um fotógrafo que mora em NY. Ao chegar na cidade, ele começou a se deparar com todas essas mulheres mais velhas incrivelmente estilosas e decidiu retratá-las.

Suas fotografias tornaram-se um blog de street style, um livro e posteriormente um documentário, intitulados Advanced Style.

advanced-style

Os projetos de Ari (e o sucesso deles) fizeram com que grandes marcas começassem, finalmente, a prestar atenção nas mulheres mais velhas e colocá-las nas campanhas.  As marcas perceberam que elas são um
público importante a se atingir, afinal essas mulheres já estão estabelecidas financeiramente e possuem poder de compra. E, mais que isso, elas podem ser formadoras de opinião e são cheias de estilo!

Nas últimas temporadas nomes poderosos como Celine, Saint Laurent, Lanvin, Marc Jacobs, Karen Walker, Kate Spade e até a gigante de cosméticos MAC escalaram mulheres acima dos 60 anos.

Ok, na sua maioria celebridades, mas ainda assim, um começo.

joni-mitchellJoni Mitchell para Saint Laurent

Joan- DidionJoan Didion para Céline

iris-apfelIris Apfel para MAC

O documentário Advanced Style é imperdível (está disponível no Netflix) e conta um pouco mais sobre as musas de Ari. Sete mulheres incríveis que nos fazem repensar a concepção do que é envelhecer na nossa sociedade.

Elas abraçam suas idades e se sentem bem consigo mesmas, sem tentar manter-se eternamente nos 20 ou 30 anos. Cada passeio ou compromisso é uma chance de desfilar seu estilo pessoal e se expressar através das suas roupas e acessórios.

Fiquem com cinco frases inspiradoras dessas mulheres, que tem tudo virar mantras:

“Eu nunca quis ter uma aparência jovem, eu quero parecer incrível. ”

155203_10151246203720148_2046528200_n

Juventude não é igual a felicidade e auto aceitação. Perseguir a juventude é um caminho sem sucesso, já que, cada dia que passa a gente fica mais velha, então parece burrice glorificar e correr atrás do que não é possível. É preciso parar com essas ditaduras de que mulher com mais de X anos não pode mostrar os braços, ou usar saia curta, ou ter o cabelo colorido.

Pode sim! Pode o que quiser. Seja a melhor versão de você hoje, seja essa versão de 28, 55 ou 81.

“Dinheiro não tem nada a ver com estilo”.

200615_10151214769275148_880377849_n

Estilo pessoal não tem nada a ver com grana. Conheço tanta gente com muito dinheiro e sem um pingo de personalidade. Expressar quem você é através de roupas e acessórios é um aprendizado de autoconhecimento. Não importa se você compra na Chanel ou na Marisa.

“Quando envelhece, você aprende a se aceitar. Ninguém pode se criticar tanto. Eu acho”.

72

Chega de se criticar tanto, né? A gente passa a vida achando que não é bonita o bastante, inteligente o bastante, forte o bastante, magra o bastante. Cansa! Quando os números da idade aumentam, a crítica tende a diminuir porque as perspectivas mudam e se criticar parece perda de tempo.

Mas eu tenho uma proposta: vamos começar mais cedo? Parar de nos criticar. Nos vestir com o que nos faz felizes e esquecer os possíveis julgamentos.

“Não há limite de tempo para nada. Quando você parece bem, você está bem. ”

564609_10151225635840148_1638197695_n

Ser uma mulher atraente ou uma mulher cheia de estilo, nada tem a ver com a sua idade. Rugas e cabelo branco não são coisas horrorosas que devem ser escondidas ou consertadas. São parte da nossa vivência, evolução, de quem somos.

Elas em nada alteram nossa beleza, nem deveriam alterar nossa relação com a moda.

“Sou muito jovem, eu me sinto como quando tinha 18 anos, mas me preocupo menos agora e estou disposta a fazer qualquer coisa neste ponto.”

advanced-style

Outra coisa que podemos aprender com essas senhoras de estilo é a nos preocupar menos. Com a incerteza futuro, com a falta de grana, com o relacionamento que não deu certo, com a aparência. Não há tempo para tantos questionamento e preocupações. Se jogue de cabeça em novas experiências e causas que você acredita.

Essa geração está revolucionando o que é envelhecer, provando que podemos nos vestir e nos sentir bem em qualquer idade. Amém!

, , , , , , ,