Adoro esportes e exercícios. Gosto de suar, gosto de ficar exausta, gosto da serotonina. Só não gosto do estereotipo do babaca fitness, mas decidi parar de me importar com isso e aproveitar.

corrida2Galera ta correndo de algo ou pra algo? A resposta é sempre: ambos

Eu sempre gostei de atividades físicas extenuantes, mas durante um tempo bem prolongado não pratiquei nenhuma. Uma das razões centrais pra isso é que sempre fui muito tímida e não conseguia lidar de jeito nenhum com o nível de opressão que é destoar desses ambientes.

E já achei que isso era coisa da minha cabeça, mas aí descobri que não, eu não tava louca. Falando com umas amigas, notei que os ambientes são a causa pela qual 10 entre 10 delas diz que simplesmente não consegue frequentar academias.

Existe, sim, uma cultura equivocada em torno das academias, que nós aqui polidamente chamamos de babaca fitness. E eu nunca fiz nem pretendo fazer parte dela.

esporte

Ser um babaca fitness tem nadaver com esportes. Nem com ler sobre grupos musculares, ter metas de aumento de resistência ou querer que a tua bunda seja mais musculosa. Tem relação, isso sim, com querer que a bunda dos outros seja mais musculosa. Com achar que tua saída, tua escolha, deveria ser a escolha do mundo. E fazer pouco de quem não é exatamente como tu.

A Polly falou um pouco disso ontem, inclusive.

E esse tipo de babaca está em todo lugar, destruindo as coisas que gostamos com suas cagações de regra. Por isso meu atual projeto de vida é incitar as pessoas a retomarem as academias deles, que eles não merecem.

Pra mim a noção que eu estava aceitando ser roubada de algo que amo por pressão social foi o suficiente. Chega, não estou mais no colégio. Além disso também voltei para os esportes (inicialmente com kung fu, pois era um ambiente menos opressor) como uma série de medidas para manter meu bom humor, melhorar meu sono e controlar minha fibromialgia. Outra coisa que faço, por exemplo, é evitar o gluten que, segundo vááários especialistas, diminui a produção de serotonina (e, como tal, fode o humor, o sono e me causa dores). E admito que apreciar a progressão do esporte na minha bunda é um extra que me agrada.

corrida

Mas tu nunca vai me ver infernizando a coleguinha para ser como eu (inclusive nem acredito que seja a melhor escolha, não).

Então uns 6,7 anos atrás fiz as pazes com essa imensa variedade de coisas que amo. E isso rolou quando me dei conta que nunca serei uma pessoa que compra roupas pra ir na academia (vou de camiseta rasgada do FISL)*. Nem preciso. E ai de quem me encher o saco se achando o dono dos esportes ou dos exercícios.

*salvo em atividades específicas que demandem uniforme

sporty spiceAtividade física não é isso, babaca.

, , , , ,