Lugar de Mulher

Posts da autora

amo tanto

Amando bem pouquinho, aqui

Esse domingo estreou “Eu que amo tanto”, baseado no livro homônimo, da Marília Gabriela (por sua vez inspirado pelo bestseller de Robin Norwood, “Mulheres que amam demais”). O programa podia ser algo bom. Não foi.

femme fatale2

A balela da femme fatale

Podemos não gostar de assumir, mas todos somos humanos. E isso não é só glamour e desprendimento. Isso é sujo, confuso e cheio de choro e ranger de dentes.