Me escreveram perguntando como eu faço quando a autoestima dá uma falhada.

Polly, o que você faz pra se sentir melhor quando sua autoestima (de forma geral, não só relacionada a aparência) anda uma merda?

Acho que o mais importante nessa hora é tentar entender o motivo da sua autoestima estar zoada.

Umas semanas atrás passei por isso.

Sei que que não estou no meu normal quando começo a duvidar de tudo que faço. A roupa que escolhi não tá boa, o texto que escrevi tá uma merda, meu almoço ficou mal temperado. Chegou no ponto em que quase chorei quando comprei a pasta de dente errada porque, meu deus do céu, não consigo nem fazer isso direito.

Daí eu parei pra pensar na razão de estar me sentindo assim e percebi que sou a única pessoa gorda da cidade. Moro em uma cidadezinha na Toscana onde, tirando um ou outro senhor barrigudo, só tem gente magra.

Não tinha conscientemente reparado nisso ainda, mas me toquei no dia em que estava sozinha na rua, quis tomar um sorvete e pensei “melhor não”. Ué, mas por que não? Por que alguém pode passar e falar alguma merda. Mas por que alguém falaria alguma merda? Porque você é a única gorda da cidade.

Ah.

A partir do momento em que eu percebi que era isso que estava cagando minha autoestima, foi só me dar uma autochinelada na cara pra sair dessa.

Nessa autochinelada, você precisa lembrar que é uma pessoa maravilhosa. Sabe quem te alimenta? Você. Quem te veste? Você. Quem te bota pra dormir? Você. O simples fato de seguir vivendo e tomando conta de você mesma enquanto o mundo todo quer mais que você se foda já te transforma em uma pessoa maravilhosa que merece todo amor do mundo.

Depois de dada a chinelada, tente trabalhar o que está te fazendo mal. No meu caso, como o problema era a cidade onde eu estava, ter ido viajar foi ótimo. Foi um abracinho na alma chegar em Berlin, tive vontade de sair beijando todas as gordas que via pela frente e dizer obrigada por existirem, suas lindas!

Mas se o que está te incomodando é outra coisa,  pressão no trabalho, problemas com a família, amizades ruins, ansiedade, sei lá, apenas siga lembrando que é maravilhosa e faça coisas que te ajudem a lembrar disso. Não sei quais são essas coisas para você, mas para mim são: assistir The Nanny, tirar milhões de selfies, biscatear no Tinder e ficar no escuro ouvindo Ben Folds.

Descubra as suas coisas e forçaí que uma hora passa <3

, ,