Já escrevi aqui sobre como foi incrível a experiência de participar do projeto “Essa É Minha Vez”, da ONG Plan International.

Não canso de repetir que foi transformador trabalhar nesse filme e conhecer essas meninas de diversas partes do Brasil, entrevistá-las, ouvir suas histórias, saber de onde vêm, para onde querem ir e o que tem pra nos ensinar. Aprendi muito mais nas oficinas com elas do que ensinei, aliás. Sair do meu apartamento na região central de São Paulo, sair da minha zona de conforto,  sair, enfim, da bolha, foi fundamental para que eu me desse conta de muitas coisas.

Não que eu não soubesse que essas questões existiam. Eu sabia.

Mas conhecer pessoas e histórias sempre nos toca muito mais do que ler uma estatística.

E é isso que o filme faz. É pra isso que ele serve. Pra contar essas histórias e dar rosto a essas existências.

giphy-2

Mas deixa eu contar um pouco sobre o que é esse projeto. Perdoem o texto extenso, mas acho importante explicar de onde veio toda essa ideia. Do site da Plan:

O ano de 2015 representou um importante marco para agenda de desenvolvimento mundial. O prazo para alcance dos Objetivos de Desenvolvimento do Milênio, firmados no ano de 2000 por 189 nações e reforçado como compromisso em 2010 venceu, e em setembro, os países membros da ONU assinaram um novo acordo global.

Os novos objetivos definidos na 70ª Assembleia Geral das Nações Unidas, os ODS’s – Objetivos de Desenvolvimento Sustentável, irão moldar, a partir de novos acordos dos países membros da ONU, ações globais com intuito de eliminar a desigualdade, a pobreza e combater os efeitos nocivos da mudança climática.

Visando, portanto, um maior envolvimento e visibilidade do papel das meninas no contexto dos ODS, a Plan International idealizou junto com outras parcerias globais o projeto, “This is My Moment” (“Essa é a minha vez!”), acontecendo simultaneamente em quatro países: Filipinas, Brasil, Quênia e Paquistão.

O projeto Essa É Minha Vez configurou-se um marco importante na agenda que envolve a pauta de gênero e incidência política no Brasil. Desenvolver ações que incluem meninas de diferentes regiões com realidades distintas, demandas e perspectivas diferentes sobre o mundo e a vida foi um desafio para a Plan Brasil. No país, o projeto foi realizado nas cinco regiões sendo escolhido um estado por região para atuação do projeto. Essa escolha teve como principal base, a pesquisa Por Ser Menina realizada pela Plan Brasil em 2013.

O projeto teve como foco central promover uma oficina com um grupo de meninas, sobre incidência política e ODS, em cada estado representando uma região do país. Ao final da oficina foram eleitas, entre as próprias meninas duas representantes de cada uma dessas regiões para participar do Workshop Essa É Minha Vez em Brasília, onde foi construída a Declaração das Meninas do Brasil e eleitas as duas representante do país para participação na Assembleia Geral da ONU.

Amanhã, sexta, estreia em São Paulo esse documentário tão lindo, feito com tanto amor e tanto desejo de mudança da parte de todos os envolvidos. Da Plan, do Davi Boarato, que dirigiu, da Mônica Souza, que nos chamou pra esse trampo maravilhoso, e, principalmente, de todas as meninas.

Quero convidar todo mundo pra ver. Queria poder passar esse filme em todas as escolas, todos os lugares, todos. Porque precisamos saber que existe, sim, gente fazendo um trabalho incrível e promovendo mudanças reais, não apenas discurso. Que existe um mundo lá fora, além da teoria, além da picuinha, além, enfim, com pessoas de verdade, meninas de verdade, que tem suas vidas mudadas quando se abrem as perspectivas, quando descobrem que tem voz e que sua voz tem alcance.

E sabe o que? Elas vão estar lá, todas essas lindas, pra um bate-papo depois do filme.

Colem. Vai ser lindo.

essa-e-minha-vez-convite-filme

*** Entrada gratuita, sujeita à disponibilidade (100 lugares);
*** Ingressos disponíveis uma hora antes do evento;
*** Duração do filme: 22 minutos.

 

, , , , , , , , , , ,