Orange is the new black é uma das minhas séries preferidas desses tempos.

Pra quem não sabe o plot, Piper é uma mocinha loirinha com cara de boazinha que tem uma vidinha e vai parar na cadeia por causa de Alex, sua ex-namorada traficante internacional. A vida dela dá várias reviravoltas na cadeia e há muitas outras personagens maravilhosas.

giphy-3

 

O seriado é incrível por muitos motivos. Alguns deles:

As mulheres têm diversas cores e tamanhos, assim como, pasmem, na vida real. Quem aguenta ver seriado só com mulher branca e magra? Eu não aguento mais.

giphy-2

 

As mulheres conversam entre si sobre assuntos que não são homem. Conversam sobre a vida, sobre o passado, sobre liberdade, sobre estar lá dentro, sobre as outras, sobre… Tudo. Assim como, pasmem, na vida real.  Passa folgadinho no teste de Bechdel.

giphy-7

 

As lésbicas não são estereotipadas e seus relacionamentos passam longe do lesbian chic que os homens adoram fantasiar. Tem lésbica gata, tem lésbica maquiada, tem lésbica gorda e tatuada, tem fancha caminhoneira. Tem tudo. Assim como, pasmem, na vida real!

tumblr_mq7dkv2TRD1rzdeypo1_250tumblr_mq7dkv2TRD1rzdeypo2_250

 

Tem uma atriz trans* fazendo papel de mulher trans* em vez de um homem cis, como tem acontecido. Isso é muito lindo. Que Laverne Cox sirva de inspiração para tantas outras pessoas trans* que vivem marginalizadas e que a indústria siga esse exemplo e deixe de ser bundona.

tumblr_mt1ks8SXYG1si3tc1o1_500

 

Acho curioso que esses mesmos fatores que tornam a série maravilhosa afastem muitos homens dela.

Além de não ter sexo lésbico estereotipado ou gatinhas de biquíni, há a questão do protagonismo feminino: os homens não estão acostumados a ver uma série com uma maioria tão absoluta de protagonistas mulheres. Já as mulheres, acostumadas com a visão masculina que sempre predominou no cinema e na televisão, muitas vezes conseguem se identificar com personagens homens. Os homens ainda não conseguem fazer isso.

(Por favorzinho, sem #NotAllMen. Obrigadinha)

E é claro que ninguém tem obrigação de gostar do seriado só por causa do protagonismo das minas. Há outros maravilhosos por aí, com outra pegada.

E se eu puder dar uma dica, essa dica é: economize. Esse negócio do Netflix liberar a temporada inteira de uma vez é um exercício de autocontrole no qual fracassei retumbantemente, pois passei os dois últimos dias da minha vida no sofá de casa vendo um atrás do outro e agora meu coração chora de saudade e ansiedade, já que terei que esperar seeeis meeeses pra saber o que vai acontecer.

giphy-1

engole o choro

, , , , ,