Quem nunca ouviu merda da família, né? Recebi um e-mail pedindo ajuda para lidar com isso.

Eu sempre fui muito magra, muito magra mesmo. Mas era uma magreza doentia porque eu tinha depressão e transtorno de ansiedade que me impediam de comer. Até que eu resolvi me tratar há uns 3 anos e hoje, ainda em tratamento médico, estou muito feliz. Tenho uma vida produtiva, estudo, trabalho, namoro e, o mais importante, me alimento.

Eu engordei uns quinze quilos desde que comecei a fazer o tratamento, não vejo problema nisso, porque o inferno que vivi sem me tratar não desejo nem para meu pior inimigo. Acho que o mais importante é estar feliz como estou hoje, bem longe de depressão e ansiedade.

Só que de uns tempos pra cá, toda vez que minha família se reúne, vem alguém dizer que eu estou gorda. Semana passada eu cheguei mais tarde em uma festa de família, estava todo mundo lá e veio um infeliz falar que eu estou barriguda, a outra complementou: Amanda está muito gorda.

Eu me senti muito humilhada e triste por não ter conseguido falar nada, absolutamente nada. Apenas abaixei a cabeça e me retirei. O pior de tudo: a festa era na minha casa. Quer dizer, a pessoa vai na minha casa para dar opiniões não requisitadas sobre meu corpo.

Quando foi todo mundo embora, eu chorei com a minha namorada, chorei muito.. não por estar gorda, mas por não conseguir falar nada para essas pessoas.  SEMPRE que elas me encontram, elas falam que eu estou gorda, sabe? Não sei qual a finalidade disso.

Quando eu estava no fundo do poço, querendo me matar, ninguém falava nada porque, afinal de contas, eu estava magra. Agora que eu estou bem, essas pessoas ficam me humilhando, querendo acabar com a minha paz.

Me ajude, Polly, o que falo para essas pessoas? Eu não aguento mais ficar ouvindo opiniões não requisitadas, em tom de humilhação e repreensão.

 

Olha, geralmente eu só respondo com essa cara aqui e saio de perto:

detox1

ou essa:

detox

 

Mas se quiser usar palavras, eis algumas sugestões:

 

– Como você tá barriguda.  

– Em qual momento eu pedi seu parecer? 

– Que isso foi só uma piada! 

– Então por favor não faça mais esse tipo de piada. 

 

Ou então…

 

– Nossa, como você engordou. 

– E isso é da sua conta por qual motivo mesmo? 

– Credo, estou só preocupado com a sua saúde. 

– Então paga meu boleto da unimed. 

 

Ou então…

 

– Tá precisando emagrecer um pouco, hein? 

– E você tá precisando cuidar da sua vida, hein? 

– Que horror, não posso nem mais dar minha opinião. 

– Quando eu quiser sua opinião pode deixar que eu peço. 

 

O importante é deixar claro que não vai mais tolerar esse tipo de comentário. Eu sei que é difícil se impor, principalmente com a família. Ninguém quer ser a pessoa que causa climão na festa, mas melhor causar climão que ir dormir chorando, né?

, ,