Me escreveram perguntando o que eu acho desse negózdi precisar ser bonita. 

Polly, você não acha que o movimento de body acceptance vai meio que numa direção errada? Sei lá, leio há tempos sobre isso e nunca consegui me achar bonita de fato. Só comecei a encontrar a paz depois que me convenci que é ok ser feia, que eu não PRECISO ser bonita. Você não acha que deveria ter mais ênfase nessa parte?

Eu entendo o que você quer dizer, e a Mari já falou um pouco sobre isso aqui, mas discordo. Acho que beleza é muito importante sim, pra tudo na vida. Ninguém gosta do que é feio. Eu não vejo um vestido horroroso e penso nossa, que medonho, vou comprar!  mas é preciso lembrar que o que é bonito para mim pode não ser para você. E que ninguém é bonito para todo mundo.

Screenshot 2014-07-28 at 21

Eu me acho bonita? Pra caralho. Mas também tenho plena consciência que se você botar Gisele Bündchen de um lado e Susan Boyle de outro, estou muito mais pro lado da SuBo. E tudo bem.

Sei que pra maior parte da população mundial eu não sou bonita, mas quando me olho no espelho me acho gata e é isso que importa. E é isso que espero que todas busquem e encontrem. É fácil? Não. Mas essa dietinha já ajuda a começar a andar na direção certa.

Então, respondendo a pergunta, eu acho que todo mundo precisa se achar bonita sim. Mas pra si mesma. O que não pode é obcecar com a beleza para os outros e achar que só vai ter valor quando todas as pessoas do mundo quiserem te comer.

,