Assisto mais séries do que é considerado mentalmente saudável pelo conselho de medicina, mas tudo tem limite. 

Três séries que abandonei recentemente porque não sou obrigada a aturar certas coisas:

1. Scandal

Começa maravilhosa e você pensa “meu deus, que incrível!  uma advogada  fodona, resolvendo crises  fodonas, enquanto usa roupas fodonas. Já amo pra sempre!” Daí logo no primeiro episódio você descobre que ela teve um caso com o presidente e ele é o ponto fraco dela.

Não podem só  fazer uma mulher fodona, né? Ela tem que perder a linha diante de uma piroca. Nem assisti o segundo episódio porque não sou obrigada. Esperava mais de você, Olivia Pope.

 

2. Girls

Pra ser bem sincera, não sei nem por que comecei? Alguém me recomendou, tava de bobeira na entressafra de temporadas, e acabei vendo a primeira temporada toda em uma sentada. Nem parei para refletir se estava gostando ou não. Daí começou a segunda temporada e veio aquela sensação de “o que eu estou fazendo da minha vida vendo essa merda?” e parei.

 

Acho que meu grande problema com Girls é que não fica claro o que estão querendo passar. Elas tão todas pessoas horríveis. Mas é pra gente saber que elas são horríveis e tratar como pessoas horríveis? Ou ignorar que são horríveis e apenas assistir elas sendo horríveis impunemente? Muito confuso. Quero saber se devo amar ou odiar alguém, não tenho tempo pra ficar decidindo.

 

3. The Mindy Project

Essa foi a que mais me machucou. Amo Mindy Kaling desde sempre. Fiquei mal quando ela saiu do The Office (apesar de ter sido uma sábia decisão da parte dela porque estava uma merda). Comprei o livro dela assim que saiu. Quando soube que ir rolar uma série só dela, botei o dia da estreia no Google Calendar pra não esquecer. Esse era o meu nível de amor por ela. Mindy era perfeita e jamais iria me magoar.

 

A primeira temporada de The Mindy Project teve episódios maravilhosos, convenci vários amigos a assistirem também e todos se apaixonaram por Mindy instantaneamente. Tudo estava lindo, até que começou a segunda temporada e…

 

Botaram uma barriga fake em um dos atores só pra fazer piada de gordo.

Adoraria dizer que abandonei a série na primeira aparição dessa barriga ridícula, mas o amor nos cega, amigos. Por toda alegria que Mindy já tinha me dado na vida, perseverei. Toda semana via piadinha de gordo atrás de piadinha de gordo sendo feita, mas continuei firme. Até o dia em que o plot de um episódio foi o seguinte: o namorado da Mindy tinha chamado ela pra passar o final de semana em algum lugar em que ela teria que usar biquini e ela tava desesperada porque ele ia finalmente ver o corpo dela.

– Mindy, vocês estão namorando há meses. Ele já te viu pelada mil vezes, o que tem demais ele te ver de biquini?

– Ele nunca me viu pelada. Nenhum namorado nunca viu . Eu só transo de luz apagada ou finjo que curto vendar os caras.

– Tendi

Ninguém disse que isso era ridículo. Ninguém questionou. O episódio seguiu como se uma mulher adulta não permitir que o namorado veja o corpo dela  fosse normal.

Daí não dá, né? Parei.

, , , , , ,