Lugar de Mulher

amor

Não Pode: Gorda sofrer por amor

Um dia, já faz bastante tempo, escrevi no meu blog sobre meu coraçãozinho que estava partido e uma pessoa muito fofa me mandou um e-mail dizendo “nossa, que coisa mais patética gorda sofrendo por amor”.

solidão da mulher negra2

A solidão da mulher negra e o racismo cotidiano

Eu estava ali diboa quando resolvi buscar exemplos (ainda mais) próximos de um fenômeno que persiste, pouco discutido e, talvez, cada dia mais forte, que é o da preterição da mulher negra. Ou o “racismo sem racistas, seção: mulher” (fique a vontade pra nomeá-lo como melhor lhe aprouver).

escolhi masturbar

Escolhi Masturbar

Ao longo do tempo a masturbação foi se tornando algo normal e aceitável até mesmo entre grupos religiosos. Quer dizer, a masturbação masculina.

violência doméstica

Por que fiquei?

Quem já passou ou vivenciou violência física/psicológica sabe como é difícil sair dessa. E como os resultados desse sofrimento permanecem conosco por muito tempo.