Que tal dicas de jogos de video game foda? Melhor só se eles tiverem protagonistas mulheres, né?

Left Behind

left-behind

Introduzido primeiramente como um DLC (um conteúdo adicional ao jogo principal) de The Last of Us, Left Behind passou a ser disponibilizado neste ano em versão stand alone, ou seja, sem que seja necessário possuir o jogo principal para jogá-lo. Left Behind é um prequel da história iniciada em The Last of Us e conta sobre a amizade entre Ellie e Riley durante o período pós-apocalíptico zumbi.

Após dias sumida, Riley está de partida para fazer parte do grupo conhecido como Fireflies, um movimento de resistência que luta contra a opressão do governo, mas antes disso, ela retorna ao seu campo de quarentena para reencontrar Ellie. Durante as quase 3 horas de jogo, o grande enfoque é a relação entre as meninas; as duas passeiam por um shopping abandonado, revivem memórias, contam piadas e falam sobre seus sentimentos, mesclando sempre momentos leves e descontraídos com situações pesadas e de tensão. Alguns pontos da história vão ficar soltos para quem decidir jogar sem ter completado The Last of Us, mas isso não deve diminuir o valor da experiência.

Um dos grandes feitos de Left Behind foi ter retratado uma história de amizade e amor entre duas adolescentes em uma franquia de peso. Ainda são pouquíssimos (poucos mesmo, quase nada, 0,000001%) os jogos com grande produção que se arriscam a sair do padrão de protagonista homem-hétero-cis-branco-atirando-em-tudo-que-vê-pela-frente.

Left Behind está disponível para PS3 e PS4.

Gone Home

Gone_Home

Em 1995, Katie retorna para casa após passar uma temporada na Europa. Ao chegar à porta de entrada, ela encontra um bilhete de sua irmã mais nova Sam, “Por favor, não revire nada tentando descobrir onde eu estou. Eu não quero que ninguém saiba”, é o que pede a adolescente. No papel de Katie, você entra na sua casa e descobre que ela está vazia, sem sinal dos seus pais ou da sua irmã. O jogo não possui um objetivo, nada informa ao jogador sobre o que deve ser feito, não existe um caminho a ser seguido ou grandes quebra-cabeças a serem resolvidos. Contrariando o pedido de Sam, a única coisa que você pode fazer é revirar e explorar a sua casa tentando descobrir o que aconteceu com a sua família. Ao encontrar cartas, bilhetes, diários, você vai descobrindo e entendendo coisas sobre a vida de seus familiares, principalmente de Sam. Detalhes sobre a sua vida, a relação com sua amiga Lonnie, seus questionamentos. É impossível não se importar com Sam e a sua história, a cada registro de seu diário, a cada confidência sobre os seus sentimentos, pessoalmente, é tudo é tão real e tão próximo da minha própria experiência de infância e adolescência em uma época onde jogos eram cartuchos de Nintendo.

Gone Home é um jogo curto que pode ser terminado em apenas algumas horas, mas é uma história e uma experiência que eu vou guardar com carinho por muito tempo.

Gone Home está disponível para PC e MAC.

Life is Strange

lifeisstrange

Life is Strange é um jogo episódico baseado em decisões, ou seja, o jogador é apresentado a uma variedade de decisões no decorrer do game e cada uma delas terá uma consequência diferente, a curto ou longo prazo. A história é centrada em Max, uma estudante que, após anos vivendo em Seattle, retorna para sua cidade natal, Arcadia Bay, para cursar a escola de fotografia. Max reencontra sua melhor amiga de infância, Chloe, e, durante esse reencontro, descobre que tem o poder de voltar no tempo. A amizade entre as duas representa um papel importante na história. Chloe revela a Max que sua amiga Rachel está sumida e, juntas, as duas meninas tentam solucionar o mistério por trás desse sumiço.

O primeiro episódio passa a sensação de que estamos jogando uma série teen; Max conversa com seus colegas, anda pelo campus e reata laços com Chloe. Mas no decorrer dos episódios (4 lançados até agora, de um total de 5), o jogo lida com temas bem pesados, como suicídio, slut shaming e abuso sexual. São esses temas difíceis que aproximam Life is Strange e seus personagens da realidade; assim como é fácil se identificar com eles, também é fácil se preocupar com o bem-estar deles. EU GENUINAMENTE SÓ QUERO QUE A CHLOE FIQUE BEM.

O episódio 5 ainda não tem data de lançamento confirmada, mas deve ocorrer entre setembro e outubro. É uma boa oportunidade para fazer uma maratona dos quatro episódios e ficar em dia para o final.

Life is Strange está disponível para PC, PS3, PS4, XBOX 360 e XBOX ONE.

, , , ,