O que é e para que serve a matriz de competências

A matriz de competência é um estudo que visa proporcionar a adequação de métricas e exigências, para a contratação ou a criação de uma equipe produtiva, que venha a ajudar no desenvolvimento da empresa e otimização de processos.

Para iniciarmos com um exemplo básico, um profissional que fabrica imã de ferrite tem propriedades diferentes de um auxiliar administrativo. Ambos são competentes, mas para atuar em funções distintas e só será benéfico para o gestor, quando cada um estiver exercendo a função no seu indicado.

Criar uma matriz de competência é determinar quais são as características de uma função da empresa e consequentemente encontrar o profissional mais indicado para exercê-la.

Em suma, saber aplicar a matriz de competência de forma correta, pode trazer uma série de benefícios a médio e longo prazo, como por exemplo:

  • Otimização de atividades;
  • Aumento de rentabilidade;
  • Desenvolvimento operacional;
  • Desenvolvimento corporativo;
  • E muito mais.

Sabendo da importância de falar mais sobre os benefícios da matriz de competências para as empresas, resolvemos produzir esse artigo. Gostou da pauta? Então siga conosco e boa leitura!

Matriz de competência e o desenvolvimento corporativo

Não existe muita dificuldade para que uma empresa crie sua matriz de competência. Basta o gestor compreender qual é a função que a empresa tem carência, como por exemplo, vendedor de tubo Flexível, e determinar quais são as características que este vendedor precisa ter, para exercer a função com qualidade.

Entre as características de um bom vendedor podemos mencionar a experiência com vendas, boa comunicação, postura, facilidade de argumentação, bom relacionamento pessoal e interpessoal, entre outros.

O que é importante ressaltar aos gestores, é que muitas vezes esse profissional que a empresa procura, pode estar atuando na própria empresa, mas na função errada.

Daí advém a necessidade de uma análise crítica dos gestores de RH, pois são os principais responsáveis por determinar qual função cada colaborador precisa executar, para um melhor desenvolvimento corporativo.

Treinamento sobre a matriz de competência

Nem sempre aquele funcionário que não está apresentando um rendimento esperado, precisa necessariamente ser desvinculado da empresa. Além disso, a demissão não é algo bom, pois aumenta os custos administrativos da empresa e dificulta a criação de uma equipe produtiva.

Existe uma forma muito indicada que é executar treinamentos individuais ou coletivos, para adequar os funcionários dentro da matriz de competência da corporação.

Para uma empresa que fabrica catalisador para tinta, por exemplo, esse tipo de treinamento pode ser aplicado em recém-contratados, como também colaboradores que estão há tempos no quadro de funcionários.

Sempre existe a possibilidade de desenvolver novas funções e aprimorar habilidades que antes poderiam estar ocultas.

Mapeamento de conhecimento individuais

Por fim, e não menos importante, devemos ressaltar que ao dominar as diretrizes da matriz de competência do quadro de funcionários, a empresa alcança um excelente benefício, que é o mapeamento de conhecimento individual da massa corporativa.

Isso acaba tornando a empresa muito mais flexível para o desenvolvimento de atividades e estratégias para alcançar determinados resultados.

Isso porque o gestor já saberá que o funcionário pode exercer determinada habilidade, e com isso, pode abrir um combo de oportunidades para desenvolvimento corporativo.

Esperamos que nosso artigo tenha sido esclarecedor e mostrado o que é, para que serve e como utilizar a matriz de competência em sua empresa.

Se gostou do nosso conteúdo compartilhe nas redes sociais para ajudar mais pessoas e nos siga para outras dicas de marketing e gestão empresarial.   

Conteúdo produzido pela equipe do Soluções Industriais.

Leave a comment

Your email address will not be published.