Quais são os 3 tipos de marketing

Desde que a internet e as redes sociais entraram no nosso dia a dia, o marketing se modificou. Atualmente, são tão fundamentais para as marcas quanto a locação de geradores para um grande evento.

 

Foi pensando nisso que resolvemos falar um pouco sobre o que significa este termo e quais as subdivisões contidas ali. Quer entender melhor sobre isso? Então, continue conosco e boa leitura!

 

O que é marketing?

 

O marketing é uma somatória de processos para criar, comunicar, entregar e trocar ofertas que tenham valor para leads, clientes, parceiros e a sociedade em geral.

 

Como essa definição é ampla, ela oferece muito espaço para o mundo do marketing crescer à medida que nossa tecnologia se expande. O mesmo acontece com as estratégias disponíveis para as empresas usarem.

 

Marketing é mais do que apenas os anúncios que você ouve no rádio ou os outdoors. É a forma como as marcas se comunicam com seu público e estabelecem relações. Dentre elas, temos:

 

1- Call-to-action: faça seu público agir

 

O Call-to-Action ou CTA é o ato de pedir ao público para fazer algo. Ou seja, certamente já entrou em algum site com as seguintes frases:

 

“Inscreva-se para uma avaliação gratuita!”;

“Compre agora seu Disco diamantado e ganhe 20% de desconto!”

 

As empresas estão sempre tentando fazer com que você continue o processo do funil de vendas. E isso será usado em qualquer coisa: 

 

  • Cliques num link; 
  • Ligação para um número; 
  • Inserção de um código de cupom;
  • Entre outros. 

 

2- Top-of-Mind Awareness: Ser a primeira marca que vem à mente do cliente

 

Top-of-Mind Awareness é uma estratégia de marketing diferente do CTA. Tudo porque, ao invés de tentar fazer com que alguém aja, o gestor insere artifícios para que sua marca seja a primeira na mente do cliente! 

 

Por exemplo: quando se pensa em Servomotor, é na sua que as pessoas pensarão. Mas como isso é possível?

 

Deve-se investir uma quantidade significativa de seus esforços tentando estar no topo. Faça isso por meio de várias formas de publicidade, seja através de formas offline, como outdoors e panfletos e online, com anúncios pagos no Google ou nas redes sociais.

 

Point of Purchase (PoP): o momento e o local de uma venda

 

Por último, mas não menos importante, o Point of Purchase é um método que diz respeito sobre onde e como compramos as coisas. Ele envolverá os clientes com ofertas, descontos ou incentivos para fazer compras quando entram em contato com seu produto ou serviço. 

 

Um supermercado é um ótimo exemplo, pois há anúncios espalhados por toda a loja quando o consumidor entra. Isso pode variar entre chamadas atraentes e descontos. Com esse tipo de marketing, cria-se interesse e proximidade.

 

Quer adicionar outras possibilidades dentro do exemplo acima? Uma rádio interna que comunica os preços baixos e faz promoções.

 

Agora, basta fazer reuniões com os sócios para saber qual (ou quais) item da lista é viável para seu dia a dia.

 

Gostou do nosso conteúdo? Deixe o seu comentário e compartilhe este post em suas suas redes sociais!

Conteúdo produzido pela equipe do Soluções Industriais.

Leave a comment

Your email address will not be published.