Dicas de leitura: conheça novas autoras para ler em 2021

Os esforços pela igualdade de gênero e inclusão de mulheres em espaços que normalmente são ocupados pelos homens são uma luta diária. Na literatura, não poderia ser diferente. Por isso, hoje veremos autoras para ler em 2021.

1. Angela Davis

Angela Davis é uma filósofa e professora estadunidense que ganhou repercussão mundial a partir da década de 1970. Ela se destaca entre as autoras para ler em 2021 como mulher preta, integrante do grupo dos Panteras Negras e do Partido Comunista dos Estados Unidos.

Sua militância se concentra principalmente em pautas relacionadas ao racismo e à discriminação social. Além disso, também escreve sobre o feminismo e contra o capitalismo.

Uma das suas principais obras é Mulheres, Raça e Classe. Neste livro, Angela Davis aborda como o racismo é um dos propulsores da cultura do estupro, algo que vem desde a época da escravidão nos Estados Unidos, quando as mulheres eram vistas como propriedade dos donos de escravos.

2. Margaret Atwood

Para quem prefere discutir assuntos pertinentes às mulheres não somente na teoria, mas a partir da ficção, Margaret Atwood é indispensável entre as autoras para ler em 2021. Essa é uma escritora canadense que cria personagens feministas e reflete sobre a realidade que vivemos hoje em suas obras.

A distopia The Handmaid’s Tale (O Conto da Aia) é o seu livro mais famoso, inclusive com adaptação para as telas em uma série homônima. Nessa narrativa futurística, o Capitólio dos Estados Unidos é invadido e um grupo extremista religioso impõe uma teocracia baseada na bíblia.

De acordo com as escrituras, as aias são usadas por casais inférteis para gerar filhos, em uma cerimônia mensal de estupro. Tudo é justificado por descrições bíblicas do relacionamento entre Jacó, Raquel e a serva Bila.

3. Judith Butler

Outra dica entre as autoras para ler em 2021 é Judith Butler. Na sua obra Problemas de Gênero, ela defende a fluidez de gênero, que não precisa ser necessariamente binário.

Em termos mais simples, ela acredita que quaisquer expressões de sexualidade e gênero podem mudar com o passar do tempo. Por isso, quebrar a dualidade é uma das formas mais eficazes de derrubar os pilares que sustentam a sociedade patriarcal.

4. Simone de Beauvoir

Simone de Beauvoir é uma escritora francesa do século passado, mas que certamente vale a pena incluir na lista de autoras para ler em 2021. Considerada um dos ícones dos movimentos feministas, ela discute principalmente o papel da mulher na sociedade.

No seu livro mais vendido, O Segundo Sexo, Simone afirma que nenhum destino psíquico, biológico ou econômico deve interferir em como a mulher se assume perante a sociedade. Além disso, também discute como a opressão religiosa e moral gera uma hierarquia entre homens e mulheres, a qual precisamos desconstruir para termos igualdade.

5. Djamila Ribeiro

Para fechar as indicações de autoras para ler em 2021 com chave de ouro, uma escritora e filósofa brasileira. Djamila Ribeiro trata do feminismo negro no Brasil e procura orientar sobre formas de combater o racismo, principalmente contra as mulheres.

Sua principal obra é Quem tem Medo do Feminismo Negro. No livro, fica bem claro como as mulheres enfrentam diferentes realidades no Brasil e no mundo e que precisamos agir para transformar o mundo em um lugar melhor, livre da opressão.

Leave a comment

Your email address will not be published.